358
Visualizações
Acesso aberto Revisado por pares
Editorial

Editorial

Editorial

Wandir Schiozer

Uma das metas da atual diretoria da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) é agregar à nossa sociedade novas áreas de conhecimento. O tratamento das queimaduras é eminentemente multiprofissional e multidisciplinar, entretanto, algumas das áreas envolvidas podem ser melhor exploradas em nossos eventos científicos e nas publicaçoes da Revista Brasileira de Queimaduras (RBQ). A primeira iniciativa nesse sentido é a organizaçao da VII Jornada Brasileira de Queimaduras em conjunto com a I Jornada Brasileira de Terapia Intensiva em Queimaduras, programada para junho, na cidade de Porto Seguro, Bahia.

A parceria da SBQ com a Associaçao de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB) possibilita um intenso intercâmbio científico e progresso para as duas associaçoes e reflete a importância da terapia intensiva para o tratamento das queimaduras. Esse intercâmbio deve aglutinar os progressos de cada área e a RBQ deseja ser o principal veículo dessa integraçao. Com esse propósito, decidimos aceitar e até incentivar a publicaçao de artigos de terapia intensiva que, mesmo nao sendo diretamente relacionados a pacientes queimados, têm utilidade na pesquisa e no tratamento de queimaduras. É evidente a grande similaridade de aspectos que ocorrem entre queimaduras e politraumas, quadros sépticos, choque, disfunçoes respiratórias e várias outras situaçoes.

Outra área de interesse para a nossa revista é o tratamento das feridas. Ulceras cutâneas de variada etiologia sao um problema de saúde pública no Brasil e no mundo. Existe um interesse crescente no assunto e várias linhas de pesquisa têm sido desenvolvidas para o entendimento e resoluçao das feridas. Pesquisas sobre cicatrizaçao, técnicas cirúrgicas, novas tecnologias e novos curativos para feridas têm também aplicaçao para o tratamento da queimadura, que é, antes de tudo, uma ferida. Já tivemos em publicaçoes recentes da RBQ artigos sobre queimaduras em pés de diabéticos1 e sensibilidade em pés diabéticos2, fato que constitui um exemplo óbvio da correlaçao entre as afecçoes.

Acreditamos que a inclusao de temas em terapia intensiva e feridas como área de interesse para publicaçao na RBQ trará artigos que enriquecerao seu conteúdo e muito contribuirá com o estudo das queimaduras, que logicamente continuam sendo o foco principal de nosso periódico. Nossa proposta editorial é fazer da RBQ cada vez mais um instrumento de divulgaçao de conhecimento interdisciplinar, levando-se em conta a tendência contemporânea à articulaçao das diversas áreas e disciplinas da Ciência.

Wandir Schiozer
Editor


REFERENCIAS

1. Paccanaro RC, Miranda RE, Pinheiro LF, Calil JA, Gragnani A, Ferreira LM. Queimadura nos pés de pacientes diabéticos. Rev Bras Queimaduras. 2009;8(1):23-7.

2. Carvalho VF, Ueda T, Isaac C, Paggiaro AO, Ferreira MC. Avaliaçao da sensibilidade cutânea em pés de pacientes diabéticos através do pressure specified sensory deviceTM. Rev Bras Queimaduras. 2010;9(4):118-23.

© 2021 Todos os Direitos Reservados