463
Visualizações
Acesso aberto Revisado por pares
Editorial

Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) e queimaduras no Brasil

Brazilian Burn Society (BBS) and burns in Brazil

José Adorno

A Revista Brasileira de Queimaduras (RBQ) tem representado, ao longo dos anos, importante ferramenta de divulgação de conhecimento científico dos profissionais que tratam este trauma, no Brasil, América Latina e outros países. Através da RBQ, Congressos, Jornadas e outros espaços de divulgação de conhecimento avançado no tratamento do trauma térmico a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ) cumpre a estratégia de fomentar e promover conhecimento científico específico nesta área de Alta Complexidade da Linha de Cuidado do Trauma.

A International Society of Burn Injury (ISBI) advoga como lema apenas um protocolo para tratamento em todo o mundo (One world, One standard burn care). A parametrização de condutas não significa ter ao seu alcance a mesma tecnologia, ou mesmos materiais e insumos, mas os mesmos princípios de tratamento adaptados aos recursos locais para garantir a segurança da terapia ao paciente atingido pelo infortúnio do pior trauma ao qual o ser humano pode sobreviver.

Há grande esforço instituciuonal para melhor difundir a boa prática no tratamento das queimaduras em todos os níveis. Para que isso ocorra, a SBQ, ao lado de parceiros internacionais (International Society for Burn Injuries - ISBI, American Burn Association - ABA e Federacíon Latinoamericana de Quemaduras - FELAQ) e outras sociedades e associações, tem, como objetivo maior, promover e incentivar a educação continuada dos profissionais engajados no tratamento desta patologia.

A Revista Brasileira de Queimaduras publica 70% dos artigos sobre este tema no Brasil. Estamos empenhados em melhorar seu alcance em todo o mundo. Negociações planejadas nesta gestão permitirão ampliar sua força editorial. Melhorias editoriais, como tradução para inglês, indicadores digitais de pesquisa, prevenção de plágio, renovação de imagem e apresentação gráfica, e outras estão sendo avaliadas para execução nos próximos dois anos. São exigências do mercado editorial que devemos implementar para ter mais alcance e visibilidade das publicações científicas nesta área de conhecimento.

Renovação de grupo de revisores com incremento de processos de trabalho eficazes com monitoramento, análise da qualidade da produção e incentivo à publicação das práticas de prevenção, inovações de processos e tecnologias de tratamento, reabilitação e análise de práticas já consagradas por profissionais e/ou equipes multiprofissionais.

Criar e divulgar evidências científicas é terreno seguro para oferecer melhores práticas aos nossos pacientes, com impacto crescente na melhoria da Linha de Cuidado às Queimaduras e reinserção social da vítima deste trauma.

Convidamos a todos a fortalecerem e participarem da Revista Brasileira de Queimaduras submetendo artigos de experiências profissionais. A evolução de protocolos com evidências científicas possibilita o estabelecimento de diretrizes básicas no atendimento ao trauma das queimaduras.

Sim, já somos uma grande equipe e seremos maiores!


© 2020 Todos os Direitos Reservados